sexta-feira, 6 de março de 2015

Vê onde pisas




Vê onde pisas
Ao caminhar, sentiu pisar
algo que lhe amorteceu
o passo, e lhe transmitiu



aos músculos uma sensação
quase agradável, não fosse
aquele arrepiante,


súbito ruído cartilagíneo. Vê.
Um pequeno pássaro
esmagara-se-lhe sob o pé.


Verso Antigo, Luís Quintais

Nenhum comentário:

Postar um comentário